Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bússola

A Bússola nunca se engana, aponta sempre para o Norte.

Bússola

A Bússola nunca se engana, aponta sempre para o Norte.

A moda é o segredo da sobrevivência

Nos últimos 15 anos, a indústria têxtil e de vestuário (ITV) perdeu 150 mil empregos – ou seja metade do seu efectivo.

Apesar do declínio retratado a cru nesta estatística de emprego, a ITV ainda vale 12% das nossas exportações, representa 10% da nossa indústria transformadora – e 25% do emprego industrial português.

Os vales do Cávado e do Ave tornaram-se umas bombas de relógio de conflitualidade social que ainda só não rebentaram porque a capacidade minhota de desenrascanço aliada à inteligência das lideranças patronais têm conseguido evitar que o detonador seja accionado.

Mas a destruição de riqueza e emprego na ITV vai continuar na próxima década. Paulo Vaz, director geral da ATP (Associação Têxtil e Vestuário de Portugal) prevê mais dez anos de contracção – e que a indústria só vai estabilizar em 2018.

No final de um quarto de século de declínio, restarão 1 500 empresas com 70 mil trabalhadores a exportar quatro mil milhões de euros/ano, prevê Paulo Vaz.

A moda é o santo e a senha para a sobrevivência. “O importante passará a ser disponibilizar ao consumidor final um conjunto completo, coordenado e integrado de produtos de moda, composto por têxteis, calçado e outros acessórios”, diz o director geral da ATP.

“Tudo isto implicará muito mais moda, mais actividade a montante e a jusante do processo produtivo, mais serviços agregados e mais recursos humanos qualificados”, conclui,

A lucidez com que a inteligência têxtil está a preparar a retirada organizada de todo um importante sector empresarial, poupando-o ao pânico e à debandada, é digna de elogios – e merecedora que o Estado português faça tudo que está ao seu alcance para aliviar o desconforto e as dores de mais uma década de violenta destruição de emprego na indústria a quem o país deve não ter caído na bancarrota, nos anos da ressaca da Revolução de Abril.  

Jorge Fiel

www.lavandaria.blogs.sapo.pt

 

2 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D