Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bússola

A Bússola nunca se engana, aponta sempre para o Norte.

Bússola

A Bússola nunca se engana, aponta sempre para o Norte.

António Gonçalves

O irmão mais velho foi futebolista profissional no Boavista. O mais novo distinguiu-se como internacional de voleibol pelo Leixões. Lá em casa alguém tinha de estudar a sério. Depois de ter falhado por três décimas a entrada em Arquitectura, Tozé arrastou-se sete anos pelo curso de Engenharia Civil, enquanto cá fora reunia os conhecimentos, experiência e competência que fariam dele um pioneiro da indústria de videojogos em Portugal

 

Como o filho do meio

rompeu o cerco paterno

 

Nome:  António Gonçalves

Idade:  41 anos  

O que faz: Director geral da Seed Studios

Formação: Frequentou Engenharia Civil (FEUP) e fez o curso de Design Assistido por Computador na ESAD (Escola Superior de Artes e Design de Matosinhos), para além de uma data de cursos profissionais de fotografia, realização cinematográfica, representação e interpretação teatral, etc   

Família: Casado, tem um filho de cinco anos, o Manuel Maria, que tem um PS3 adora videojogos

Casa: Andar recuado no Paço da Boa Nova, em Leça da Palmeira (Matosinhos)

Carro:  BMW 320 D, com cinco anos

Telemóvel:  Blackberry (“para usar mesmo como telefone”) e IPhone

Portátil:  Asus ( mas vai mudar para Mac)

Hóbis:  Adora videojogos, mas esclarece que quando está a divertir-se com o War Craft (o seu jogo preferido), na PS3, também está a trabalhar. Duas vezes por semana (domingos e às terças), joga futebol de sete com os amigos. Gosta muito de cinema, que consome maioritariamente em casa   

Redes Sociais: “O Facebook é fantástico mas tenho pouco tempo para lá estar”

Férias:  Como não gosta do Algarve na época alta (“é muita confusão”), faz lá praia em Junho, o que este ano até dá jeito porque tem já encomendado um irmão para o Manuel Maria, que deve vir ao mundo em Agosto. O ano passado estiveram 15 dias na praia de S. Rafael, junto a Albufeira. Em Agosto gostam de viajar para destinos diferentes, como Açores, Tailândia ou Madeira. Tem prometida à mulher uma viagem a Nova Iorque – “Talvez para o ano!”   

Regra de ouro: “O que mais valorizo é o carácter. A seguir, a humildade, honestidade e ambição – que não deve ser confundida com ganância. Depois, vêm a criatividade e capacidade de trabalho”

 

Se não fosse o filho do meio muito provavelmente não seria agora um dos pioneiros da indústria portuguesa de videojogos, responsável pelo jogo mais caro de sempre jamais produzido no nosso país – o Under Siege, para PS3, cuja produção custou 1,4 milhões de euros e que começou esta semana a ser vendido na loja online da Sony, nos Estados Unidos.

Quis o destino que António (Tozé para os amigos) fosse o filho do meio do casamento entre uma doméstica e um funcionário do porto de Leixões – e que o Jorge, o irmão mais velho, se tornasse profissional de futebol (jogou na I Divisão ao serviço do Boavista) e que Armando, o mais novo, se salientasse no voleibol, onde acumulou internacionalizações.

António ainda alinhou a extremo esquerdo, nos juniores do Leixões, mas teve de arrumar as botas no ano da passagem a sénior. Naquela família alguém haveria de estudar e foi a ele que saiu essa fava.

Foi contrariado que se inscreveu em Engenharia Civil, na FEUP, onde se demorou sete anos sem concluir o curso. “Engenharia não tinha a ver com as minhas capacidades”,explica Tozé, que falhou por três décimas a entrada em Arquitectura, para onde, um ano depois, pediu sem sucesso a transferência – “Havia seis vagas, eu fiquei em sétimo”..

Mas não pensem que mandriava enquanto se arrastava pela rua dos Bragas. Arranjou um part time na Cinerama, uma produtora onde foi homem dos setes instrumentos (assistente de câmara, operador, editor…) e fez o curso de Design Assistido por Computador, na ESAD, enquanto se iniciava nas artes da 3D.

Ainda universitário, fez a sua primeira empresa (Urbimagem, especializada na produção de maquetes em 3 D para gabinetes de arquitectura), onde não aqueceu o lugar devido a divergências com os sócios. Partiu para outra, a Miragem, de Henrique Oliveira (o ex-Táxi agora na HOP), que o contratou como responsável pela 3D da série Major Alvega.

Em Outubro 1997, mal acabaram as aventuras televisivas do aviador,  Tozé, com 27 anos, dá uma volta à sua vida. Vai dar aulas de Materiais e Tecnologia para a ESAD de Matosinhos, ganhando assim tempo para pensar e criar.

Seis meses volvidos, estava a criar a Linha de Terra (LT Studios),  que fez a maquete em 3D do Estádio do Dragão e se iniciou no mundo dos jogos por causa de uma encomenda do Euro 2004. Tozé reuniu à sua volta competência na área de jogos (Filipe Pina, Bruno Ribeiro, Jeffrey Ferreira). Não acertaram à primeira (o jogo para o Euro 2004) nem à segunda (um jogo para PC intitulado Holy War), mas apenas à terceira. Em 2006, foi criada a Seed Studios, um spin off da Linha de Terra vocacionado para a produção de videojogos.

Após ter feito três jogos para Nintendo DS (Sudoku for kids, Aquatic Tales e Toy Shop Tycoon), a Seed aventurou-se a jogar na I Divisão e começou a namorar a Sony, propondo-se a fazer um jogo, o Under Siege, para a PS3.

“Apesar de termos uma equipa de 20 pessoas a trabalhar em full time no jogo, o projecto atrasou-se um ano. Tivemos todos os problemas que possa imaginar, desde técnicos, até burocráticos, operacionais e financeiros. Aconteceu-nos de tudo. Mas agora, para nós, fazer um videojogo já não tem segredos”, conclui Tozé, que espera  alcançar três milhões de euros de vendas com o Under Siege e está empenhado em apoiar a criação de uma industria portuguesa de videojogos, sector que desde 2009 já factura mais do que o cinema e a música juntos.

Jorge Fiel

Esta matéria foi hoje publicada no Diário de Notícias

4 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D