Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bússola

A Bússola nunca se engana, aponta sempre para o Norte.

Bússola

A Bússola nunca se engana, aponta sempre para o Norte.

Onde é que está o Norte ?

 

 

 

 

  Decidi hoje lançar aqui no Bússola  uma magna questão para o país que somos , mas também para o blogue que temos e para os quase 20 mil bussolistas que já disseram presente neste cantinho do SAPO.

 

Para  além de se tratar de uma decisão que sempre me preocupou , ganhei alento quando verifiquei que, ainda que inconscientemente, ela tem sido aflorada em alguns comentários bussolísticos mais profundos.

 

Por outro lado  é um assunto que já tem merecido larga discussão em Inglaterra , que até passa por ser um país onde se discutiria mais facilmente a cor das notas do Euro do que tal coisa.

 

Se eu não soubesse que é a mais pura das verdades jamais acreditaria que existem milhares de cidadãos ingleses obcecados pela discussão de saber onde acaba o Norte e começa o Sul de uma ilha , em que seria mais normal querer saber quem vive à direita e quem vegeta à esquerda.

 

O objectivo não é político-administrativo.Todos sabemos qual é a Região Norte no quadro das 5 regiões plano e não é preciso mudar. Neste blog julgo saber que somos todos adeptos das 5 regiões e portanto nem  vou perder tempo a tentar explicar que há regionalistas ressabiados que sempre defenderam 9 regiões em vez das 5 , o que já na altura me pareceu uma desculpa do PS para não assumir a vitória no referendo.

 

 

Devo confessar que tenho muitas dúvidas sobre as localidades por onde deva passar essa linha e é também por isso que trouxe ao Bússola esta discussão.Sobre ela penso que devíamos fazer uma mega sondagem e estou  já a ver com a responsável por esta área

no Sapo a melhor maneira de facilitar a participação de todos os bussolistas interessados.

 

É minha intenção publicar na página deste sítio uma  espécie de infografia com o mapa de Portugal ajudando os bussolistas menos viajados ou de memória mais dura a reconstituir

as terras e os rios deste país , que muitos sabiam de cor na escola primária mas que agora já esqueceram.

 

Como princípio de discussão eu diria que a antiga fronteira do Pombal deixou de fazer sentido. Será que a velha ideia que o Norte e o Sul se dividem em Rio Maior , onde nos tempos da Revolução nos armávamos de mocas para suster o avanço dos comunistas, ainda é repescável.?

 

Tenho a certeza de que ao longo das próximas semanas muitas serão as perguntas , as sugestões e as reclamações, mas se não faz nenhum sentido que alguém venha reclamar que Lisboa é do Norte só porque se situa a norte de Setúbal,  também é verdade que quem neste blog já defendeu que o Porto é do Sul , porque assim parece visto de Braga,merece ver referendada essa sua bizarra conclusão.

 

Como sugestão final e elemento facilitador da discussão aqui vos deixo outra ideia forte que não reunirá certamente o consenso geral : Zonas como Coimbra e Leiria  deviam ser consideradas zonas neutras ,criando uma zona tampão, uma terra de ninguém, em que os seus habitantes poderiam escolher o campo mas sem nunca terem o direito a construir a sede do movimento nortista ou sulista nas suas paragens.

 

Exército de Salvação Nacional

 

Batalhão Bússola

 

Quartel de Nevogilde

 

07 /11 /20

 

Manuel Serrão

 

 

 

 

 

 

194 comentários

Comentar post

Pág. 1/6

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D