Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bússola

A Bússola nunca se engana, aponta sempre para o Norte.

Bússola

A Bússola nunca se engana, aponta sempre para o Norte.

Vamos reabilitar socialmente pessoas com doença mental grave!

A "ENCONTRAR+SE" é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, de utilidade pública, sem fins lucrativos, que surge da necessidade de desenvolver soluções para as dificuldades encontradas no desenvolvimento, implementação, avaliação e investigação de respostas adequadas às exigências próprias da reabilitação psicossocial das pessoas com doença mental grave.

Baseada no conhecimento actual sobre esta matéria, tanto em termos de políticas de saúde mental, como de estratégias validadas e divulgadas pela comunidade científica internacional, e na experiência daqueles que têm vindo a trabalhar nesta área em Portugal, este projecto parte da realidade actual do nosso país e tem como objectivo geral contribuir para melhorar alguns dos problemas com que os utentes e técnicos dos Serviços de Saúde Mental se têm confrontado neste domínio de assistência.

Na verdade, a escassez de respostas integradas de reabilitação tem condicionado a possibilidade de recuperação de muitas pessoas com doença mental grave, com repercussões a nível pessoal, familiar e social, bem como na própria economia do país. Por outro lado, a ausência de investigação nesta área tem dificultado a implementação de estratégias adequadas, tanto a nível individual como na produção de evidência quanto aos benefícios individuais, sociais e económicos que a reabilitação destes doentes representa.

Desta forma, a "ENCONTRAR+SE" procura contribuir de forma activa na reabilitação psicossocial dos doentes com perturbação mental grave, através de iniciativas cientificamente validadas ligadas à formação, à intervenção, à avaliação e à investigação, minimizando a comprovada falta de respostas a nível nacional, nomeadamente.

Para a boa execução dos propostos a que se dispõe, a "ENCONTRAR+SE" contará com a colaboração de técnicos experientes nas diferentes áreas de intervenção em Saúde Mental, com experiência clínica e de investigação; articulará com Instituições de Saúde, de Solidariedade Social, de Ensino e de Investigação; com os Organismos do Estado, e promoverá a participação da sociedade civil, e em especial de todos aqueles afectados directa, ou indirectamente, pela doença mental.

A "ENCONTRAR+SE" enquadra-se numa filosofia assistencial que se baseia num modelo científico. Em termos de paradigma de reabilitação, a "ENCONTRAR+SE" partilha, por um lado, de uma perspectiva de intervenção contextualista, privilegiando o modelo comunitário de acção, e por outro lado de uma perspectiva de "empowerment", promovendo a participação activa dos consumidores (pessoas com doença mental e familiares) nos diferentes processos ligados à recuperação e reintegração.

 

Associação Encontrar-se lança campanha associada à música para combater o estigma da doença mental

No passado mês de Outubro a Encontrar-se -Associação de Apoio às Pessoas com Perturbação Mental Grave- lançou uma campanha de sensibilização para travar o estigma da doença mental. Desenvolvida em parceria com a agência criativa Loewe e com a agência de meios Tempo OMD a campanha decorre em duas fases e tem com principais objectivos iniciar um processo de sensibilização do público para as doenças mentais, através de um projecto positivo e construtivo que se desenvolverá de forma continuada no tempo; contribuir para a gradual substituição dos estereótipos ligados à doença mental que contribuem alternativas de tratamento, no sentido de incentivar a atempada procura de tratamento e o aumento de esperança daqueles que sofrem directa e indirectamente de doença mental e possibilitar, com base na informação referente à natureza das doenças mentais e alternativas de tratamento, a gradual diminuição do peso associado à doença mental, no sentido de facilitar a vivência, directa e indirecta, desta realidade para a discriminação e isolamento das pessoas que sofrem directa e indirectamente de doença mental, no sentido de melhorar as atitudes de que são alvo; promover o aumento do conhecimento da natureza das doenças mentais.

 

A segunda fase desta campanha teve inicio já no passado dia 10 de Janeiro com o lançamento do movimento UPA - – Unidos para ajudar, cujo mote é “Levanta-te contra a discriminação das doenças mentais”.

personalidades marcantes da nossa música irão colaborar na gravação de uma canção alusiva aos temas propostos pela Encontrar+se, tendo sempre como ponto de partida duas palavras (ou atitudes...) antagónicas, procurando desta forma alertar para a necessidade de uma mudança de mentalidades na forma como a doença mental é encarada entre nós. Serão dez temas que, um a um, mês após mês chegarão até nós.

Porque quando as doenças mentais são discriminadas, promover a saúde mental é mais difícil.

1. Muita gente adia a procura de ajuda, e torna uma situação controlável numa doença mais grave.

2. Muitos doentes não tomam a sua medicação, pondo em risco o seu tratamento.

3. Pessoas com doença mental são discriminadas no emprego ou na escola, agravando o isolamento e a incapacidade.
 
4. Aumentando o isolamento e a exclusão social, aumenta o desespero e o risco de suicídio.
 
5. Havendo indiferença social, há menos tratamento, menos apoio comunitário, menos técnicos especializados, mais direitos humanos violados e falta de interesse politico.
 
Nesta fase o movimento UPA aposta num projecto de associação à música portuguesa. Todos os meses, a partir de Janeiro de 2008 duas

 

 

 

DATA

TEMA

MÚSICOS/GRUPOS

Janeiro 2008

DISCRIMINAR / INTEGRAR

Xutos e Pontapés / Oioai

Fevereiro 2008

NEGAR / ASSUMIR

Rodrigo Leão / J.P Simões

Março 2008

SEPARAÇÃO / UNIÃO

Camané / Dead Combo

Abril 2008

MEDO / COMPREENSÃO

GNR / The Gift

Maio 2008

CULPA / TOLERÂNCIA

Sérgio Godinho / Xana

Junho 2008

VERGONHA / ACEITAÇÃO

José Mário Branco / Mão Morta

Julho 2008

DEPENDÊNCIA / AUTONOMIA

Cool Hipnoise / Tiago Bettencourt

Agosto 2008

OFENDER / RESPEITAR

Paulo Gonzo / Balla

Setembro 2008

DESESPERO / ESPERANÇA

Mariza / Boss AC

Outubro 2008

SOLIDÃO / FRATERNIDADE

Jorge Palma / Clã

 

 

O projecto foi concebido pelo Zé Pedro Reis (Xutos) em parceria com a Paula Homem e o Pedro Tenreiro, e terá a direcção artística e produção de Nuno Rafael, conceituado músico e cúmplice habitual de Sérgio Godinho.

Paralelamente serão feitos videoclips (30’) da música, e um cartaz com uma ilustração do tema do mês.

Sempre que mensalmente se inicie a divulgação de um tema, é intenção da ENCONTRAR+SE disponibilizar em formato digital o mesmo no seu site, sendo esta uma forma de atrair as pessoas ao site onde se disponibilizará informação complementar sobre diferentes temas ligados à doença / saúde mental (fichas informativas, links, entre outros).

 

O UPA procura, de forma responsável e alegre levar as pessoas a dar o pequeno passo que fará toda a diferença no entendimento e aceitação das doenças mentais. Este “levanta-te contra” é tanto dirigido às pessoas que não aceitam, adiam, negam e vivem em sofrimento por causa de uma doença mental, como para qualquer um de nós que ainda lida mal com esta realidade.” Filipa Palha - Coordenadora do Projecto Encontrar-se

 

 

 

 

 

 

70 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D