Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bússola

A Bússola nunca se engana, aponta sempre para o Norte.

Bússola

A Bússola nunca se engana, aponta sempre para o Norte.

um Metro de sucesso

1 - O Metro do Porto é um caso de sucesso a todos os níveis.

 

É rápido, tem já uma boa rede de cobertura, é confortável, muito regular e ainda por cima é amigo do ambiente.

 

Do pensamento de Fernando Gomes até à concretização da obra não passaram anos e anos como é normal em Portugal acontecer. Veja-se o triste exemplo do novo Aeroporto de Lisboa.

 

O projecto, vindo do seio dos autarcas do Grande Porto, não colheu de imediato a confiança e aprovação - como não podia deixar de ser  - do poder da capital.

 

Até lhe chamaram o metro de papel!

 

O Metro está aí e novamente a crescer para Gaia e Gondomar.

 

Para trás ficaram 5 linhas e 60 quilómetros de rede onde pontifica a renovação urbana pensada por grandes arquitectos como Souto Moura, Siza Vieira, Alcino Soutinho, Bernardo Távora, entre outros.

 

Da primeira fase, além meio de transporte propriamente dito, ficaram em zonas verdes o equivalente a 25 estádios de futebol, mais de 5 mil novas árvores plantadas e evitaram-se a emissão de milhares e milhares de toneladas de gases nocivos para atmosfera.

Este sucesso é tanto maior quanto é a adesão dos utentes que em 2007 cresceram relativamente a 2006 quase 25%. Ou seja foram 48 milhões as pessoas que em 2007 circularam no Metro do Porto. Mais 10 milhões que em 2006.

Há coisas fantásticas, não há?

2 - Terminou há dias, em Madrid, a FITUR a segunda maior feira de turismo do mundo.

Portugal esteve lá, com uma presença significativa, onde pontificavam alguns dos casos de maior sucesso cultural no nosso país como Serralves, Casa da Música, Museu Berardo e Gulbenkian além duma peça gigante da artista plástica da moda Joana Vasconcelos.

Esta acção tem o mérito de "vender" o destino Portugal para além do sol, das praias e das paisagens que são muito importantes mas que para a "agressividade" do sector já não são suficientes.

 

Vem isto a propósito dum estudo que um especialista apresentou para o Douro.

O Douro é bonito, está praticamente virgem e tem potencialidades únicas que "aguentam" um ano inteiro.

Então o que é que falta?

Um cluster . Ou seja um trabalho conjunto que una esforços e apresente as várias vertentes, sendo o lado cultural essencial, aos operadores que "vendem" a região.

É bom que os poderes pensem no assunto porque se se cometer o mesmo erro do Algarve pode matar-se a "galinha dos ovos d'ouro ".

40 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D