Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bússola

A Bússola nunca se engana, aponta sempre para o Norte.

Bússola

A Bússola nunca se engana, aponta sempre para o Norte.

Miguel Veiga "o portuense que se tornou figura internacional"

 

Nas minhas leituras de fim de semana ancorei num artigo de opinião do Professor Catedrático Jubilado da faculdade de Medicina da U.P Levi Guerra sobre um pessoa que muito estimo e admiro.

  

"Portuense que se tornou figura internacional", "cidadão indissociável da freguesia de Nevogilde"; advogado "por paixão", defensor da liberdade, homem de cultura mas, acima de tudo, do culto "no sentido ciceriano" dos amigos, foi galardoado com a a Ordem de “Officier National du Mérite” pelo Cônsul Geral de França no Porto, Senhor Philippe Barbry, foi um acto de grande distinção hoje ocorrido nesse magnífico espaço que é a Casa do Roseiral nos vergeis do Palácio de Cristal e onde a razão do acontecimento foi muito bem explicada pelo Senhor Cônsul Geral, é Miguel Veiga, de seu nome.


Tendo simultaneamente aprendido o francês e o português, Miguel Veiga fez da França, Pátria de sua Mãe, a sua Mátria, como sublinhou, não se estranhando que o seu luculente discurso de agradecimento tivesse sido bilingue e onde o homenageado alternou o brilho dum Vítor Hugo e dum Montesquieu com o dum Vieira ou dum Eça.

 

“A liberdade foi sempre uma das minhas fidelidades”


“Causídico ilustre”, como o classificou o Presidente Cavaco Silva na homenagem promovida pela Junta de Freguesia de Nevogilde em sua honra, a que presidiu há cerca de um ano (Junho de 2007), tem tido uma intervenção política de grande mérito enquanto membro do PSD, tendo revelado uma singular coerência de pensamento ao longo dessa sua vida política, até hoje.


 É um “homem de afectos e de paixões”que felizmente hoje a nossa sociedade já não anatematiza:”Reivindico as contradições: o direito de ser outro de mim próprio e até estranho à minha própria imagem ou à definição que faço de mim mesmo…declaro-me humanista personalista, heterodoxo, sujeito de razões e emoções, de convicções, de sentidos, de valores ético-sociais, pautado por referências normativas, embora desamparado de deuses e avesso às gramáticas de obediência e às cartilhas dogmáticas…Pareço-me com um político de vez em quando, mas, mesmo quando intervenho politicamente, advogo causas. Quase sempre de cidadania…

 

A sua paixão pela arte espelha-se neste seu desabafo: “Nasci, cresci e tenho vivido no meio de miríades de livros e de centenas de pinturas…as letras são a minha respiração, a literatura é a prova de que a vida não chega…”

“Com o correr dos anos a poesia foi-se-me tornando tão necessária como o pão de cada dia para a boca…”

 

A sua grande acção de cidadania esteve, talvez antes e acima da política, no exercício da advocacia. Disse:”Fui fundamentalmente um advogado togado…Enquanto existirem advogados a ideia de cidadania terá conteúdo…a cidadania exerce-se também no cumprimento diário de um trabalho profissional sério, decente e competente… Sobretudo nestes tempos em que a escola fácil não prepara para a vida difícil.”

 

”A amizade é o essencial, o sal da vida…”

 

O Dr. Miguel Veiga foi feito Oficial de Mérito de França. Ele é, entre nós, verdadeiro símbolo do Mérito, e o Governo Francês, honrando justamente o cidadão, honra, ao mesmo tempo, o Porto e Portugal. É assim, sobretudo, que as Pátrias se aproximam…

30 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D