Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bússola

A Bússola nunca se engana, aponta sempre para o Norte.

Bússola

A Bússola nunca se engana, aponta sempre para o Norte.

Governo errou ao brincar com Certificados de Aforro

Teixeira dos Santos não esteve bem no episódio dos certificados 

O Governo já se apercebeu que cometeu um erro tremendo quando a 26 de Janeiro alterou as regras dos Certificados de Aforro a meio do jogo.

Ao acabar com a emissão dos Certificados de Aforro da Série B e reduzir a taxa de juros para os títulos desta série, o Instituto de Gestão da Tesouraria e do Crédito Público (IGCP) provocou uma corrida aos resgates.

Nos três meses que se seguiram à mudança das regras, os aforradores retiraram, em média, oito milhões de euros por dia, o que constitui o dobro das entradas registadas nesse período. Até Fevereiro, o valor das emissões de novos certificados foi sempre muito superior ao dos resgates.

A carta enviada aos cerca de 700 mil detentores de Certificados de Aforro, tentando sossegá-los, prova que o Governo está alarmado e não esperava uma fuga de poupanças desta dimensão.

Os bancos estão a ser os principais beneficiários desta fuga de 736 milhões de euros dos certificados de aforro – o valor resgatado nos três meses que se seguiram à calamitosa decisão governamental –, já que a remuneração que oferecem (que ronda os 4% líquidos/ano para os depósitos a prazo) passou a ser mais atraente que as do mais popular produto de poupança.

Ao baixar a taxa de juro dos certificados de aforro o Governo deu dois tiros no seu próprio pé. Abala a imagem de seriedade do Estado português e desestimula a poupança dos portugueses num momento em que os níveis de endividamento dos particulares atingiam patamares preocupantes. Mau de mais para ser verdade

 Editorial publicado na edição de hoje do Diário de Notícias

47 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D