Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bússola

A Bússola nunca se engana, aponta sempre para o Norte.

Bússola

A Bússola nunca se engana, aponta sempre para o Norte.

Andamos aí pelas ruas a espalhar notas de 20 euros?

Esta é a verdadeira Scarlett
 

Aprendi com um anúncio de televisão da Swatch que um minuto nem sempre é um minuto – ou se quiserem que há minutos mais iguais que outros.

Tendo como banda sonora a fantástica voz de Midge Ure cantando “Breathe” , o anúncio mostrava-nos que quando estamos aflitinhos para fazer chichi os 30 segundos demoram muitíssimo mais tempo a passar do que quando partilhamos o elevador com uma sósia da Scarlett Johanssen enfiada dentro de um vestido justo e curto.

O tempo varia não só em função das situações que mede, mas das pessoas que dispõem dele e da actividade que exercem.

Na final da Champions, que durou 120 minutos, Cristiano Ronaldo teve a bola nos pés apenas 1m59s. Menos de dois minutos de intervenção chegaram para fazer dele o jogador mais valioso da mais importante competição europeia, a quem o Real Madrid acena com um contrato em que ganhará mais numa semana do 9,9 milhões de portugueses receberão durante o resto das suas vidas.

No debate entre os quatro candidatos à liderança do PSD, a TVI atribui 12 minutos exactos para cada um deles expor as suas ideias, um tempo aparentado ao que foi concedido no mesmo horário televisivo a José Castelo Branco e outros pândegos do Big Brother.

É tudo uma questão de tempo. Ao encurtar para 30 dias o prazo de reembolso do IVA às empresas da construção civil, o Governo está a aliviá-las de encargos com juros.

Se o tempo é mesmo dinheiro, devíamos aprender a saber geri-lo melhor para evitar desperdícios.  Não saber trabalhar é um das principais causas da fraca produtividade que debilita a nossa economia e prejudica a sua competitividade.

Numa edição antiga da Fortune, li a história de sucesso de uma empresa que se dedica a arrumar a secretária de executivos. Os seus colaboradores são consultores especializados, que reúnem todas as informações sobre o processo de trabalho e necessidades do cliente para depois lhe proporem um plano de organização dos papéis e documentos no tampo e gavetas da sua secretária. O objectivo é poupar-lhes tempo.

A Universidade ensina-nos quase tudo - menos a saber trabalhar. E a maior parte das empresas ainda não reparou que tem tudo a ganhar em preencher essa lacuna e fornecer formação nesta disciplina aos seus recursos humanos.

Há imensas pessoas nas nossas empresas cheias de qualidade e de boa vontade que só não são mais eficazes porque ainda ninguém lhes ensinou a distinguir o que é urgente do que é prioritário e não aprenderam que agir é sempre melhor que reagir.

No desporto, os atletas de alta competição são treinados para conseguir realizar a melhor “performance” em menos tempo – e submetidos a cargas horárias doseadas cientificamente para evitar lesões. 

Nas empresas, os trabalhadores devem ser preparados para serem eficazes, produzindo mais e melhor em cada vez menos tempo – e submetidos a cargas horárias razoáveis para evitar ”stress”  e a “depressão”.

Se o tempo é dinheiro porque é que teimamos em desperdiçá-lo? Ninguém anda aí pelas ruas a espalhar notas de 20 euros, pois não?

Jorge Fiel

www.lavandaria.blogs,sapo.pt

Esta crónica foi publicada no Diário de Notícias

 

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Moralista 12.06.2008 15:22

    Se os artigos aqui são tão desinteressantes porque é que segue este blogue com tanta atenção? E por favor, responda sem insultos pois creio que é uma pergunta legítima :P
  • Sem imagem de perfil

    bimbo 12.06.2008 15:32

    Acho eu, que todos os comentadores não alinhados a causas saloias e corruptas, escrevem aqui, porque os autores criaram este blogue, e afirmaram que era para bater nos de Lisboa (grande utilidade). Logo os não alinhados vem aqui bater nos bimbos.

    É preciso algum desenho?
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

    Este blog tem comentários moderados.

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2012
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2011
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2010
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2009
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2008
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2007
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D