Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bússola

A Bússola nunca se engana, aponta sempre para o Norte.

Bússola

A Bússola nunca se engana, aponta sempre para o Norte.

Como elevar a nossa auto-estima

O programa eleitoral de Rui Rio cabe nas 20 linhas do editorial que assina na edição de Abril da revista Porto Sempre, que manda meter na caixa de correio dos munícipes.

O título revela que é mais um convertido à Obamania (“Força: Nós somos capazes”) e a arma, pouco secreta, com que espera obter mais um mandato (a continuação do namoro com os moradores dos bairros camarários) é mencionada en passant. Tudo o resto é de uma pobreza confrangedora.

O presidente da Câmara do Porto anuncia que está a preparar o próximo Verão no Porto com o louvável intuito de “contrariar o ambiente deprimido e triste que Portugal enfrenta”.

“Temos de começar por levantar a cabeça e elevar a nossa auto-estima”, explica. E como ele acha que vai conseguir isso?

Com a Queima das Fitas, o S.João -  duas coisas, que tal como a ocorrência do Verão, são independentes da acção e vontade de Rui Rio – e o Circuito da Boavista, que provavelmente ficará com a grande iniciativa emblemática dos seus oito anos na presidência da Câmara.

Depois virá o Oceanário do Porto (um investimento de privados), a Red Bull Air Race (a única iniciativa que fez a meias com o seu arqui-inimigo Menezes) e a inauguração da primeira fase do Parque Oriental do Porto.

Tudo isto sabe a muito pouco? É com o Verão, a Queima das Fitas, o S. João, a corrida dos calhambeques e dos aviões que vamos voltar a ter orgulho a ser portuenses? Não me parece.

Para começarmos a levantar a cabeça e elevar a nossa auto-estima, em Setembro, temos de devolver Rui Rio ao PSD. A tempo inteiro.

Jorge Fiel

www.lavandaria.blogs.sapo.pt

 

6 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 21.04.2009


    NOTÍCIA COMPLETA!!!!!!!!!!!!!

    Câmara do Porto lesada em 2,8 milhões de euros com F. C. Porto
    Nova avaliação da permuta de terrenos por professores de Economia
    2009-03-13
    NUNO MIGUEL MAIA
    O Município do Porto terá sido lesado em 2,8 milhões de euros (565 mil contos) no negócio de permuta de terrenos, em 2000, com o F. C. Porto. A conclusão consta de uma nova perícia no processo em que é acusado o ex-autarca Nuno Cardoso.

    O montante apontado como prejuízo para o erário público por três professores da Faculdade de Economia da Universidade do Porto ultrapassa, até, os 2,5 milhões de euros, valor do prejuízo invocado na acusação do DIAP do Ministério Público do Porto. Este é, também, o valor que a Câmara Municipal do Porto exige de indemnização aos sete arguidos.

    Acusados por crime de participação económica em negócio estão Nuno Cardoso, três vice-presidentes do clube portista (Adelino Caldeira, Angelino Ferreira e Eduardo Valente), e ainda três engenheiros da Câmara, que avaliaram os terrenos do Plano de Pormenor das Antas e da Frente Urbana do Parque da Cidade que estiveram na base da permuta.

    O debate instrutório do processo decorre hoje, no Tribunal de Instrução Criminal do Porto, sendo posteriormente decidido se vai, ou não, a julgamento.

    A perícia foi efectuada por ordem da juíza de instrução titular do processo, que considerou importante averiguar o valor dos terrenos sob o ponto de vista estritamente económico. No processo, existem já uma avaliação fiscal (que estima um prejuízo para o Estado a oscilar entre 2,5 e 3,3 milhões de euros) e uma avaliação de técnicos da autarquia, que estabelece paridade de valores entre os terrenos permutados.

    De acordo com documentos a que o JN teve acesso, a avaliação dos professores da Faculdade de Economia do Porto fundamenta-se nos valores das transacções efectivamente ocorridas, sendo considerado o único critério objectivo.

    Assim, foi concluído pelos professores João Francisco Ribeiro, Patrícia Teixeira Lopes e Rui Couto Viana - todos com grau de doutoramento - que, se a Câmara, então liderada por Nuno Cardoso, tivesse adquirido as duas parcelas de terrenos nas Antas à família Ramalho e tivesse vendido os terrenos para construção no Parque da Cidade ganharia 565 mil contos (2,818 milhões de euros), quantia que acabou por ser o F. C. Porto a embolsar.

    Por outro lado, o município ganharia 415 mil contos (2,075 milhões de euros) se, em vez de permutar os terrenos com o F. C. Porto os tivesse pago em dinheiro e vendido os terrenos do Parque da Cidade para construção.

    O MP alude a uma intervenção ilegítima do F. C. Porto nas negociações da autarquia com a família Ramalho para a permuta dos terrenos necessários para a construção do Estádio do Dragão. A acusação sustenta que, sendo o F. C. Porto o dono dos terrenos das Antas , o interesse público da permuta já não existia.

  • Sem imagem de perfil

    Zé Pité "NN" 21.04.2009

    BENFICA "ABSORVE" PATRIMÓNIO DO SEIXAL
    a-sul.blogspot.com — BENFICA "ABSORVE" PATRIMÓNIO DO SEIXAL


    Grande agitação mora lá para os lados do Seixal, é que alguns só agora se dão conta do possivel presente envenenado que é o negócio entre a EUROÀREA - BENFICA SAD - CÂMARA DO SEIXAL -... , para o Seixal.

    Perdido para os Seixaleiros está já a àrea natural onde o Centro de Estágio está implantado e que inclui àreas de Reserva Agricola e Ecologica (REN e RAN) , onde não é permitido construir !!! E esta suposta ferramenta de protecção ambiental foi precisamente o leitmotiv para que o Benfica viesse para o Seixal, é que no meio das permutas com os terrenos junto ao Estádio da Luz, a EUROÁREA que tinha aqueles terrenos do Seixal, sem nada lá poder fazer, dada a protecção ecológica, através do Benfica conseguiu contornar esse óbice, e mesmo acelerar a obtenção de alvarás de loteamento e construção , o que permitiu a viabilidade da vinda daquela empresa "BENFICA SAD" para a Margem Sul, "que contribuiu, como contrapartida, apenas com a sua presença" (segundo Manuel Vilarinho - Publico 7/12/01)

    Os Seixaleiros não querem acreditar é que a reboque de uns campos relvados, pertencentes a uma empresa onde uns cidadãos privilegiados exercerão a sua actividade profissional principescamente bem remunerada, erguer-se-ão ("pela sua presença") 1325 apartamentos em 76 lotes com oito pisos cada. Grande parte do terreno onde se fará a construção estão afectos à RAN e REN onde é proibida qualquer edificação, salvo se esta se constituir de interesse publico (Expresso 28/06/01). Esta urbanização acrescentará cerca de 4000 novos habitantes a uma envovente onde habitam 2500.

    Os sócios do Benfica votaram também, na semana passada em Assembleia Geral , uma alínea também ela equivoca para os Seixaleiros (- "alienação dos terrenos do Seixal") ... ???

    Gostariam também os Seixaleiros saber o que é que se passou com o Campo Municipal Albano Narciso Pereira e o seu papel no meio de todo este mega-negócio onde para já, só estão a ver lucrar duas empresas EUROÁREA e BENFICA SAD , é que à altura da sua inauguração, como nos recordou um leitor, dizia o então presidente Eufrázio Filipe que aquele era um local do desporto e da juventude, que iria perpetuar no tempo a prática do desporto dos jovens. Que um concelho vivo não era o que possuia prédios altos mas sim o que olhava para a sua juventude.

    Um leitor informou também que alegadamente o campo em questão foi cedido à CMS pelo seu proprietário por um periodo de cinquenta anos para facultar aos jovens a prática do futebol...e agora, o campo de quem é? Foi vendido também à Euroàrea? É que o Seixal Futebol Clube , tem de facto investido na formação de jovens naquele desporto, e é hoje ao que parece, um clube em sérias dificuldades, contrastando com os tempos àureos "A par da música, desenvolve-se o desporto. Já no século XIX se jogava futebol num terreiro da Quinta da Fidalga.Na década de 20 nascem nas diversas freguesias os primeiros clubes desportivos , novas actividades para amenizar a labuta diária. O primeiro é, em 1921 o Amora Futebol Clube, depois em 1925 o Atlático Clube de Arrentela...o Paio Pires Futebol Clube e o Seixal Futebol Clube, que ganha em 1962 a primeira "Taça Ribeiro Reis" e, no ano seguinte, sobe à 1ª Divisão Nacional." (in História do Concelho do Seixal , Eugénio Silva , Ed CMS).

  • Sem imagem de perfil

    Zé Pité "NN" 21.04.2009

    Continua .....
    Os Seixaleiros não compreendem porque têm que alienar o seu património histórico (Quinta da Trindade que ficará "entaipada" na mega urbanização) , o seu património natural e a qualidade de vida num Seixal que ficará hiperdensificado , congestionado e descaracterizado com a urbanização permitida , quando a CMS, se queria apoiar aquele desporto que actualmente nem é formador para os jovens jogadores (76% dos 250 jovens que jogam nas seleções nacionais são repetentes; 60% dos jovens futebolistas com idades entre os 15 e 21 anos não terminam a escolaridade obrigatória ;Apenas três jogadores pediram entrada na faculdade - O atletismo tem 22 universitários in. DN 16/7/05) tinha jovens pelos clubes do concelho que poderia apoiar e acarinhar, mas optou por priviligiar uma Sociedade Anónima Desportiva de Lisboa certamente pelo lado mediàtico e parolo. É que não é a pensar nos jovens do Seixal que aquele equipamento privado foi feito.

    De notar que este "post" não é contra o Benfica ou os benfiquistas, é sim contra o favorecimento de empresas. É o lado empresarial do Benfica e Euroárea que aqui se critica e a forma como se afigura haver uma concessão de privilégio na "engenharia" encontrada. Não será ir longe demais com o levantamento da REN e da RAN, e a Urbanização ? O SLB é um clube desportivo ou uma empresa de construção? Porque tem o futebol de trazer sempre betão a reboque?

    Os Seixaleiros não acreditam também que todo este negócio seja uma simples cascata de trocas de bens e permutas a favor do Seixal e dos Seixaleiros... dos meandros de todos estes negócios muito haverá ainda para ser conhecido...Também não há quem encontre o painel informativo obrigatório em qualquer obra com Alvará, licença de construção, tecnico responsável... terá ficado debaixo das palmeiras e sobreiros que abateram?
  • Imagem de perfil

    naosoudeca 21.04.2009

    Fosga-se,amigo Zé!Muito me conta!E eu que acreditava piamente que negócios escuros eram exclusivo da provincia!Sim senhor,estou banzado!Na capital do império esta pouca vergonha,é inacreditável!E imaginem,o befique
    metido nessas manigâncias o clube da verdade da lisura da transparencia!Meu Deus,posso dizer que hoje perdi a inocência!
  • Imagem de perfil

    Jorge Fiel 25.04.2009

    Estimado naosoudeca

    Nunca é tarde demais para perder a inocência.

    Tenho dito!
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2012
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2011
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2010
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2009
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2008
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2007
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub